Coronavírus: cuidados para não colocar a saúde dos idosos em risco

Entre os mais jovens, as entidades científicas e médicas já observaram que o novo coronavírus tem um baixo poder letal. Até os 39 anos, a taxa de mortalidade é de 0,2%, porém, esse percentual chega 14,8% entre os idosos, de acordo com um estudo realizado em fevereiro pelo Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças (CCDC).

Isso acontece por conta da baixa imunidade desse último grupo de pessoas, considerado um dos mais vulneráveis às complicações decorrentes do vírus. Além dos idosos, pessoas com doenças crônicas graves, imunodeprimidas e pacientes oncológicos também fazem parte do grupo de risco.

Embora as recomendações de prevenção do coronavírus sejam universais, ou seja, as mesmas para qualquer idade e condição de saúde, existem alguns conselhos direcionados especialmente para pessoas acima dos 60 anos, suas famílias e cuidadores.

Os idosos que já possuem outras enfermidades devem mantê-las sob controle para não ficarem mais suscetíveis a uma nova infecção. Eles também devem evitar multidões, especialmente em locais fechados.

Outra recomendação aos idosos é manter uma boa alimentação e fazer atividade física regularmente. Isso ajuda a retardar a deterioração do sistema imunológico.

VEJA A INTEGRA DA CARTILHA